17/10 - 17h - Olhares e Vozes Afro Femininas no Cineclube Afro Sembene

17-10-2015 17:00

Convite do Cineclube Afro Sembene para a Sessão Especial Dia Mundial da Criança e homenagem aos países africanos independentes em outubro: Nigéria, Guiné e Guiné-Equatorial no próximo dia 17/outubro, às 17h.


NA CIDADE VAZIA, ficção, Angola, Maria João Ganga.

A REPRESENTAÇÃO DO NEGRO NA TELEVISÃO BRASILEIRA, depoimento de Luciana Barreto.

Comentários e roda de conversa com a pedagoga Marineuza Medeiros, gestora do CEU Caminho do Mar.

Ficha técnica:

Filme 1: Na Cidade Vazia (2004)
País de origem: Angola
Direção de: Maria João Ganga
Sinopse: Um grupo de crianças refugiadas de guerra, acompanhadas por uma freira, segue num vôo rumo a Luanda, capital de Angola. Ao chegarem ao aeroporto, N’dala, um menino de 12 anos, consegue fugir do grupo e parte para descobrir a cidade. Enquanto a freira empreende uma investigação na tentativa de encontrá-lo, acompanhamos N’dala em sua jornada pelas ruas movimentadas da capital. É lá que ele conhece o velho pescador Antonio, que o ajuda e com quem faz amizade. Também cruza com pessoas mal-intencionadas que tentam prejudicá-lo. O grande sonho do menino é voltar para a aldeia de onde teve de fugir e na qual seus pais foram mortos. O enredo proporciona um mergulho na conturbada situação política de Angola e nos efeitos da guerra para seus habitantes.
Falado em português luso, com legendas em inglês.
Duração: 88 minutos

Filme 2: A representação do negro na televisão brasileira.
Sinopse: Em novembro de 2014 o programa Ver TV entrevistou a apresentadora do Repórter Brasil, a jornalista Luciana Barreto. Ela conversou sobre a representação do negro na televisão brasileira, seus estereótipos, a imagem passada para as crianças e importância da TV na construção de uma identidade positiva do negro. A jornalista fala da sua própria vivência como jornalista e revela que a falta de referências de negras ocupando cargos importantes na televisão fez ela desacreditar que a carreira de apresentadora era adequada para ela. “A gente está ferindo especialmente a identidade da mulher negra que não consegue se ver representada em nenhum cargo que exigia um nível de escolaridade alta”, explica. A jornalista considera que a aceitação da cultura negra e da diversidade como um pilar essencial na identidade do país é uma peça chave para o crescimento do Brasil como um todo.
Duração: 16:00

Onde: PUC CAMPUS CONSOLAÇÃO
Rua Marquês de Paranaguá nº 111 - sala 20
Travessa Rua da Consolação - próximo ao Mackenzie
Ingresso: Entrada franca. Pede-se a colaboração voluntária de 1 quilo de alimento não perecível. Ou roupas, calçados, cadernos, livros, jornais, revistas, material de higiene e limpeza. Serão doados ao Arsenal Esperança/Missão Paz, que atende estrangeiros e africanos.

Informações: 
www.cineclubeafrosembene.blogspot.com.br 
www.forumafricabrasil.ning.com 
www.tamboresfalantes.blogspot.com.br 

Quando: dia 17/outubro/2015 – sábado.
Horário: 17 horas às 20 horas.
O que: Cineclube Afro Sembene convida. Sessão Especial Dia Mundial da Criança e homenagem aos países africanos independentes em outubro: Nigéria, Guiné e Guiné-Equatorial.
Realização: Cineclube Afro Sembene 
Apoio: Cabeças Falantes, Agenda Guilherme Botelho Jr e Quilombhoje.

Cineclube Afro Sembene: Nosso encontro mensal com o cinema africano.

Compareça, compartilhe, ajude a divulgar!